A doação de orgãos no Brasil

Início » Blog » Temas de Redações » A doação de orgãos no Brasil

A estrutura das redações do Enem tem critérios diferenciados para cada competência as quais o candidato deve estar familiarizado com elas

Por: | 2017-10-19T11:47:27+00:00 20 de outubro de 2017|Temas de Redações|

doação de orgãos no brasilA doação de órgâos no Brasil é o tema da nossa produção textual para a preparação para a redação  Nota Mil do Enem.

A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre o tema. Apresente uma proposta de intervenção, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista. 

Texto I 

A doação de órgãos ou de tecidos é um ato pelo qual manifestamos a vontade de doar uma ou mais partes do nosso corpo para ajudar no tratamento de outras pessoas. 

A doação pode ser de órgãos (rim, fígado, coração, pâncreas e pulmão) ou de tecidos (córnea, pele, ossos, válvulas cardíacas, cartilagem, medula óssea e sangue de cordão umbilical). A doação de órgãos como o rim, parte do fígado e da medula óssea pode ser feita em vida. 

Fonte: Hospital Albert Einstein – http://www.einstein.br/hospital/transplantes/doacao-de-orgaos/Paginas. aspx 


Texto II

Fonte: Ministério da Saúde

Texto III

O Brasil registrou crescimento nas doações e transplantes de órgãos em 2014, de acordo com levantamento da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO) divulgados nesta segunda-feira (23). Foram 7.898 órgãos doados no ano passado, 3% a mais que em 2013.

A taxa de doadores também subiu de 13,5 por milhão de pessoas para 14,2 por milhão, no entanto, ficou abaixo da meta proposta pela associação para 2014, que era de 15 por milhão.

Além disso, o índice está longe da alcançar o objetivo de 20 doadores por milhão pessoas até 2017. Para se ter ideia, na Espanha, considerado o país que mais registra transplantes, a taxa é de 37 por milhão.

De acordo com Lúcio Pacheco, presidente da ABTO, a má distribuição das equipes que realizam transplantes pelo Brasil pode ser uma das respostas esta dificuldade. Segundo o Ministério da Saúde, que coordena o Sistema Brasileiro de Transplantes, há mais de mil equipes preparadas para realizar cirurgias distribuídas pelo Brasil e 400 unidades prontas para atuarem nessa área.

Mas para Pacheco, há uma concentração desse tipo de mão de obra no Sul e Sudeste e quase nenhum ou nenhum no Norte, Nordeste e Centro-Oeste. “Enquanto em São Paulo há 20 equipes para realizar cirurgias de fígado, o que é muito, em Minas Gerais há apenas 3. Em outros estados, não há”, explica.

Outro problema que dificulta a realização dos transplantes é a falta de autorização da família para a cirurgia. Medida pela chamada “taxa de negativa familiar”, o índice em 2014 ficou em 46%, apenas 1% menor que em 2013.

Fonte: Portal G1 – http://g1.globo.com/bemestar/noticia/2015/02/cresce-doacao-de-orgaos-no-brasil-mas-rejeicao-de-familias-ainda-e-alta.html

Texto IV

A conscientização da sociedade como um todo, tarefa de longo prazo, deve ser iniciada nas escolas, o centro ideal de formação integral dos jovens, incluindo o exercício da cidadania.

Neste sentido, a incorporação dessa temática nos conteúdos curriculares dos diversos níveis de ensino é determinante para se lograr uma atitude crítica que permita o debate e a análise dos avanços científicos que influenciam a nossa saúde e determinam o rumo da nossa existência. Afinal de contas, os estudantes de hoje são os futuros médicos, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, biólogos, engenheiros, pesquisadores, técnicos de laboratórios, cidadãos, governantes e potenciais doadores e receptores de órgãos, beneficiários da admirável tecnologia dos transplantes.

Fonte: Aliança Brasileira pela Doação de órgão e Tecidos – http://www.adote.org.br/oquesaber.htm

Separamos alguns itens úteis para ajudar na sua produção textual

  1. http://bit.ly/2yYJnux
  2. http://bit.ly/2mtcrqr

Assista a uma super dica para a Redação do ENEM

Entenda como funciona cada competência

  1. Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa
    Essa é a primeira competência a ser avaliada em seu texto é o domínio da modalidade escrita formal da língua. Aprenda tudo sobre essa competência. Clique aqui
  2. Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa
    O segundo aspecto a ser avaliado em seu texto é a compreensão da proposta de redação. Aprenda tudo sobre essa competência. Clique aqui
  3. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
    O terceiro aspecto a ser avaliado em seu texto é a forma como você, em seu texto, seleciona, relaciona, organiza e interpreta informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa do ponto de vista defendido como tese. Aprenda tudo sobre essa competência. Clique aqui
  4. Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação
    Os aspectos a serem avaliados nesta quarta competência dizem respeito à estruturação lógica e formal entre as partes da redação. Aprenda tudo sobre essa competência. Clique aqui
  5. Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos
    O quinto aspecto a ser avaliado em seu texto é a apresentação de proposta de intervenção para o problema abordado.

O que leva ao ZERO na redação

A redação receberá nota 0 (zero) se apresentar uma das características a seguir:

– fuga total ao tema;

– não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa;

– extensão de até 7 linhas;

– cópia de texto motivador;

– impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação;

– parte deliberadamente desconectada do tema proposto;

– desrespeito aos direitos humanos; e

– folha de redação em branco, mesmo que haja texto escrito na folha de rascunho

Atualize-se

Os temas de redação cobrados no Enem, em todas as edições, são recortes da vida cotidiana retirados dos noticiários. Sendo assim, estar atualizado é um dos fatores cruciais para uma boa produção textual.

As redações do Enem devem ser produzidas de acordo com o conhecimento de mundo do aluno, pois, obrigatoriamente, uma das exigências da prova é que seja dada a opinião de quem escreve. Por isso, o estilo dissertativa – argumentativa.

Argumentar  e defender um ponto de vista sobre determinado assunto o qual o aluno têm conhecimento torna o processo de produção mais fácil. Assim, esse fator aliado às técnicas que devem ser utilizadas de acordo com os critérios de correção baseados em cada competência pode transformar uma ideia em um grande texto, ou seja, numa Redação Nota Mil.

A estrutura das redações do Enem tem critérios diferenciados para cada competência as quais o candidato deve estar familiarizado com elas.

E é isso que propõe a equipe do Redação Perfeita: que você aprenda a fazer o melhor texto da sua vida a cada texto que produzir! Aqui, você vai aprender com nossos especialistas a organizar as suas ideias de maneiras a levar a sua redação à Nota Mil.

Equipe do Redação Perfeita

Comentários