Descubra o Erro na Música #6 – Mundo Animal – Mamonas Assassinas

Início » Blog » Dicas » Erro na música » Descubra o Erro na Música #6 – Mundo Animal – Mamonas Assassinas

Você sabia que os Mamonas Assassinas adoravam utilizar a licença poética? Não acredita? Então, se liga! Nessa música temos dois exemplos de licença poética.

Por: | 2017-12-18T11:45:03+00:00 01 de dezembro de 2016|Dicas, Erro na música|

Mamonas AssassinasAh, Mamonas Assassinas… Como sentimos falta desses meninos, não é mesmo? A alegria e irreverência das músicas contagiaram uma geração e nos trazem saudade até hoje! Agora, você sabia que os Mamonas Assassinas adoravam utilizar a licença poética? Não acredita? Então, se liga!

Na música “Mundo Animal”, analisada hoje, temos dois exemplos de licença poética. Você é capaz de encontrá-los? Dá uma olhadinha:

“Os animal, tem uns bicho interessante/Imaginem só como é o sexo dos elefante/E os camelos, que tem as bolas em cima das costas.”

E aí? Conseguiu achar o erro na música dos Mamonas Assassinas? Então vamos entendê-los!

1º Desvio

O primeiro desvio apresentado na canção é a vírgula empregada de maneira equivocada na frase “Os animal, tem uns bicho interessante”.

De acordo com as regras de pontuação, não se usa vírgulas para separar o sujeito do verbo. Sendo assim, o correto seria o apagamento da vírgula em questão. Devemos lembrar, no entanto, que a aparição da vírgula marca uma pausa melódica para dar mais vivacidade à canção. Tá liberado, né?

2º Desvio

O segundo desvio apresenta-se na flexão de número dos versos apresentados. As expressões “uns bicho” e “dos elefante” não estão concordando corretamente. Para uma escrita coerente com a norma padrão, tanto o antecedente, quanto o substantivo devem concordar – ou no singular, ou no plural. Esses desvios são propositais, é claro, mas você sabe o motivo? O humor! A banda era muito irônica e sarcástica, portanto, gostava de fazer rir de maneiras inesperadas.

Outros detalhes

Ah, é sempre bom lembrar: Nesse trecho, estão faltando os acentos circunflexos nas palavras “tem”, indicadores de plural! Só não sabemos se essa era a intenção deles, ou se a música foi escrita assim despretensiosamente.

Muito legal conversar sobre licença poética e suas possibilidades, não é? Ficou com gostinho de quero mais? Dê uma olhadinha nos outros posts sobre música.

Você gosta de ditados? Então, divirta-se com nossos ditados e aprenda aquelas palavrinhas difíceis!

Colaborou: Luana Magalhães, graduanda em Letras

Comentários