Descubra o Erro na Música #15 – Printou nossa intimidade – Naiara Azevedo

Início » Blog » Dicas » Erro na música » Descubra o Erro na Música #15 – Printou nossa intimidade – Naiara Azevedo

Printou nossa intimidade é a música que a nossa equipe escolheu para tratarmos mais um caso de desvio gramatica. É aprender para não errar. Confira abaixo

Por: | 2017-12-18T11:24:53+00:00 16 de agosto de 2017|Erro na música|

Printou nossa intimidadeE aí, galera, prontos para adivinhar o desvio da canção Printou nossa intimidade  da Naiara Azevedo? Sem perda de tempo, vamos analisar a música de hoje. Ou seria “sem perca de tempo“?

Essas duas palavrinhas se confundem na nossa cabeça no dia a dia, mas a diferença entre elas não é tão difícil assim, quer ver?
Perca é um verbo. Aliás, uma das possíveis conjugações do verbo perder. E para obtermos a flexão perca, é necessário que o tempo verbal em questão seja ou o presente do subjuntivo, no qual a primeira e a terceira pessoas do singular requerem o uso de perca, ou no imperativo, na terceira pessoa do singular. Veja nos exemplos abaixo:

Modo subjuntivo

Espero que eu perca mais peso com essa dieta nova. (1ª pessoa do singular);
Tomara que meu pai não perca as chaves do carro de novo. Será a oitava vez esse mês. (3ª pessoa do singular);
É bom que sua prima perca a vontade de comer meu bolo antes que eu perca a minha paciência com ela. (3ª e1ª pessoas do singular).

Modo imperativo

Não perca esses documentos de maneira alguma!
Perca a hora mais uma vez e será suspenso.
Perca peso já, pergunte-me como!

Por outro lado, a palavrinha perda, diferentemente de perca, é um substantivo, que significa privação, derrota, prejuízo, diminuição, entre outras coisas mais. Assim, esse verbete será usado quando a ideia for a de dar um nome a alguma coisa, e não a de expressar uma ação. Uma forma fácil de saber quando usar “perda” é checar para ver se a frase precisa de um artigo, um numeral ou um pronome antes da palavra, como nos exemplos:

A perda extrema de calor em seres vivos é chamada de hipotermia. (Precedida por um artigo)
A morte de seu irmão na guerra foi mais uma perda terrível. (Precedido por um numeral)
Sua perda foi a mesma que a de todos os outros. (Precedida por um pronome)

Printou nossa intimidade

No nosso objeto de estudo, a canção “Printou nossa intimidade”, da Naiara Azevedo, a cantora expõe o seu namorado como ato de vingança e pronuncia a palavra “perca” ao invés de “perda”. Depois de entendermos a diferença, sabemos que o que ela queria dizer era que aquela pessoa era apenas um desperdício de tempo, ou tempo jogado fora, ou seja, o mais adequado seria a utilização do substantivo ao invés do verbo.

Mas por que isso ocorre? Então, estão lembrados daquela tal de licença poética? Mais uma vez ela se encontra presente. Como ambas as palavras são conhecidas e usadas no nosso cotidiano, a troca de uma pela outra pode ser justificada pela intenção do compositor em relação à sonoridade. Muitas são as canções que apresentam esse tipo de desvio, então a gente sugere que vocês continuem passando por aqui para aprenderem mais sobre a nossa tão dinâmica Língua Portuguesa. Esperamos vocês por aqui, hein?

Agora que você já aprendeu mais um pouquinho, que tal treinar um pouquinho com uma questão comentada de Língua Portuguesa? Não se esqueça de sempre dar uma passadinha aqui para mais dicas de português.

Comentários