Como se dar bem na redação da Terracap 2017

Início » Blog » Notícias » Como se dar bem na redação da Terracap 2017

A avaliação de aspectos técnicos será feita por dois examinadores. A correção será de acordo com o Novo Acordo Ortográfico

Por: | 2017-08-17T08:43:55+00:00 20 de fevereiro de 2017|Notícias|

Como se dar bem na redação da Terracap 2017O concurso da Terracap 2017 (A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal) tem como uma redação, de caráter eliminatório e classificatório, como avaliação dos candidatos a todos os cargos. A prova valerá 10 pontos.

A primeira coisa para a prender a como se dar bem na redação da Terracap 2017 é ler o edital e entender as regras. Mas, fique tranquilo que nós já entendemos o edital e trouxemos as partes mais importantes para que você se atente e treine em cima do que que é exigido no critério de correção.

De acordo com o edital, a prova discursiva consistirá de redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, acerca de tema baseado nos conhecimentos específicos do respectivo emprego, conforme os conteúdos programáticos constantes no Anexo I do documento.

A prova discursiva será realizada no mesmo dia e dentro dos prazos de duração previstos para a realização da prova objetiva e terá pontuação total variando entre o mínimo de 0 (zero) ponto e o máximo de 10 (dez) pontos; abrangerá os conteúdos programáticos constantes no Anexo I deste Edital.

A prova discursiva deverá ser manuscrita, em letra legível, com caneta esferográfica de tinta preta ou azul, não sendo permitida a interferência e(ou) a participação de outras pessoas, salvo em caso de pessoa com deficiência, que impossibilite a redação pelo próprio candidato e de candidato que tenha solicitado atendimento especial, observado o disposto no item 7 deste Edital.

Nesse caso, o candidato será acompanhado por um fiscal do INSTITUTO QUADRIX devidamente treinado, para o qual deverá ditar o texto, especificando oralmente a grafia das palavras e os sinais gráficos de pontuação.

Antes de produzir seu texto, ouça dicas de Redação com professor Alexandre Soares

A folha de texto definitivo da prova discursiva não poderá ser assinada, rubricada, nem conter, em outro local que não o apropriado, qualquer palavra ou marca que a identifique, sob pena de anulação. Assim, a detecção de qualquer marca identificadora no espaço destinado à transcrição de texto definitivo acarretará a anulação da prova do candidato.

A folha de texto definitivo será o único documento válido para a avaliação da prova discursiva. A folha para rascunho, contida no caderno de provas, é de preenchimento facultativo e não valerá para tal finalidade.

O candidato não poderá efetuar consulta a quaisquer fontes para auxílio na resolução e na interpretação da prova discursiva.

Veja como usar os elementos de coesão adequadamente

A prova discursiva será avaliada quanto ao domínio do conteúdo, demonstração de conhecimento técnico aplicado, bem como quanto ao
domínio do uso das normas do registro formal culto da Língua Portuguesa.

A correção será  de acordo com o Novo Acordo Ortográfico, em vigor desde 1º de janeiro de 2009 e conforme critérios a seguir:

ASPECTOS FORMAIS E TEXTUAIS (valor: 10 pontos)

a) Coerência (CR): Será verificada a coerência de sentido, de construção e global. A pontuação total será no máximo de 2,5 (dois vírgula cinco) pontos;
b) Coesão (CS): Será verificada a conexão entre os elementos formadores do texto (parágrafos, ideias, períodos, orações e argumentos). A pontuação
total será no máximo de 2,5 (dois vírgula cinco) pontos;
c) Texto (TX): Será verificada a estrutura textual adequada ao gênero proposto, além da própria adequação ao gênero. A pontuação total será no
máximo de 2,5 (dois vírgula cinco) pontos; e
d) Linguagem (LG): Será verificado o uso adequado da língua portuguesa em seu padrão culto. A pontuação total será no máximo de 2,5 (dois vírgula
cinco) pontos.

ASPECTOS TÉCNICOS (valor: 10 pontos)

Tema (TM): Será verificada a adequação e pertinência ao tema proposto, à ordem de desenvolvimento, qualidade e força dos argumentos. A pontuação total será no máximo de 10 (dez) pontos.
A prova discursiva de cada candidato será submetida a duas avaliações: uma avaliação de aspectos técnicos e uma avaliação de aspectos formais e textuais, considerando o domínio da modalidade escrita da Língua Portuguesa.

A avaliação de aspectos técnicos será feita por dois examinadores. A nota de aspectos técnicos do candidato será obtida pela média aritmética de duas notas convergentes atribuídas por examinadores distintos.

Veja dicas sensacionais de ortografia

 O candidato receberá nota zero na prova discursiva em casos de fuga ao tema (TM = 0) ou ao gênero proposto (TX = 0), de haver texto com quantidade inferior a 15 (quinze) linhas, de não haver texto, de não haver respeito à estrutura textual, de identificação em local indevido, se o texto for escrito a lápis ou caneta de cor diferente da especificada no subitem 10.3, ou apresentar letra ilegível.

Será desconsiderado, para efeito de avaliação, qualquer fragmento de texto que for escrito fora do local apropriado ou que ultrapassar a extensão máxima permitida.

A equipe do Redação Perfeita preparou cursos especiais e fará a correção das redações que forem enviadas pelos alunos inscritos no curso de redação. Aproveite e aprenda técnicas para fazer a melhor redação da sua vida!

O Redação Perfeita disponibiliza as ferramentas necessárias além de grandes mestres que vão ajudar você a transformar-se em um aluno experiente em Redação.

Quer tirar nota máxima na redação? Clique aqui e comece agora mesmo!

O Redação Perfeita deseja a você a melhor prova da sua vida!

Comentários